Há dois anos como videomaker, trabalho de Henrique Reis ultrapassa os limites da cidade e começa a ganhar destaque no cenário nacional

Um celular na mão e uma conta no youtube. Hoje em dia, isso basta para que as pessoas se intitulem “videomakers”. Produzir vídeos de maneira profissional, contudo, vai muito além. É preciso esforço, dedicação, sensibilidade, muito estudo e profunda atenção aos detalhes para se conseguir sucesso em um mercado que, a cada dia, fica mais competitivo. Equipamentos custam caro, o processo de edição é exaustivo e é sempre difícil agradar os clientes, que exigem qualidade, mas nem sempre estão dispostos a pagar o que o trabalho realmente vale.

Mesmo sabendo de tudo isso, o luziense Henrique Dias, 28 anos, não titubeou. Morador do Palmital e técnico em telecomunicações na Oi, ele buscava um negócio para começar a empreender. Se o primeiro vídeo veio por acaso – para ajudar um amigo, José Erik –, do segundo em diante o trabalho já deu ares de profissionalismo. Com o apoio de outro amigo, Alan Kardec, profissional da área, Henrique começou a estudar sobre o assunto e viu que tinha, sim, aptidão para a coisa.

Lá se vão quase dois anos do primeiro vídeo, que resultou na abertura de sua empresa, a Impactar Produções, hoje consolidada como uma das principais produtoras de vídeo de Santa Luzia. E um convite para que Henrique integrasse a equipe que gravou o DVD Norte, da banda de pop rock NX Zero, em São Paulo, agora na metade do mês de junho.

OL- Foto Henrique 04

“Ano passado, fiz um treinamento chamando Gravando Bandas, idealizado por um grande especialista em audiovisual, Derick Borba”, conta Henrique. “Aprendemos muito sobre manuseio de câmeras, lentes, configurações, filmagem e edição. No final, alguns alunos foram chamados para participar da filmagem e edição do projeto do NX Zero, e eu estava entre eles”, relembra o luziense, sem esconder a empolgação.

“A parte da captação das imagens durou aproximadamente três dias. O Derick definiu as posições das câmeras, planos e locais já no primeiro dia. No segundo dia, fizemos os planos de enquadramento fechados e abertos, com todas as câmeras de frente para o palco e com a banda tocando com o mesmo figurino que usaria no show. No terceiro dia, fizemos a gravação oficial, mas com milhares de fãs presentes, porque era um show aberto. Redefinimos algumas posições e partimos para as filmagens finais”, resume Henrique.

Clique aqui para ver Henrique em ação na gravação do DVD da NX Zero

O show de gravação do DVD ganhou amplo espaço na mídia. Lançada em 2001, a NX Zero foi escolhida como melhor banda de 2009 no Domingão do Faustão. Ao todo, o grupo formado por Di Ferrero, Gee Rocha, Fi Ricardo, Caco Grandino e Daniel Weksler já recebeu 34 prêmios, com 90 indicações. O DVD Norte, gravado para celebrar 16 anos de estrada, pode ser o último da banda. Os integrantes já anunciaram que em 2018 se dedicarão a projetos pessoais, sem uma data estabelecida para um possível reencontro. O DVD será lançado oficialmente em setembro, pela Deck Disc.

OL - Foto Henrique 02Santa Luzia vista de cima

Com pouco mais de um ano trabalhando oficialmente como produtor de audiovisual, Henrique resolveu apostar em uma nova tecnologia. A Impactar foi uma das primeiras produtoras da cidade a trabalhar com imagens aéreas, com captação feita com uso de drone. “Tudo visto de cima fica mais bonito”, costuma dizer Henrique, quase como um mantra. De lá pra cá, foram inúmeros os trabalhos realizados com o novo “brinquedo”. Um dos mais marcantes foi o especial de Natal realizado em parceria com a SGP Produções e que foi visto por mais de 15 mil pessoas no Facebook.

O trabalho rendeu um convite inusitado a Henrique. Em abril deste ano, ele ministrou uma oficina técnica de uso do drone para estudantes de jornalismo do UniBH, em Belo Horizonte, a convite do diretor institucional do Observatório Luziense, Dany Starling. “Foi um show. Os meninos ouviram um pouco de teoria sobre drone, mas quando Henrique colocou o aparelho para voar é que a aula realmente começou. Ele falou sobe segurança na hora de voar, os melhores horários para captar imagens, angulação, o impacto do vento e sobre como conseguir as melhores imagens. Foi o ponto alto, sem trocadilho, da oficina”, brinca Dany.

OL - Foto Henrique 03Novos convites

Enquanto estuda novos convites para mostrar seu talento pelo Brasil, recebidos a partir do trabalho realizado com a NX Zero, Henrique segue com os projetos que a Impactar já desenvolve em Santa Luzia. Além do atendimento para vídeos institucionais de empresas, a produtora se especializou na gravação de clipes musicais, DVDs de pregações evangélicas e eventos em geral, principalmente casamentos.

“Quero continuar me especializando, fazendo novos cursos. Sempre há algo novo para aprender”, pontua Henrique, que dá algumas dicas para quem deseja se aventurar na área. “Sempre vá além do que só apertar o REC. Um bom trabalho envolve, antes de tudo, uma boa equipe. E é fundamental sair da zona de conforto e buscar sempre se aprimorar naquilo que faz”, encerra.

Comments

comments