Iniciativa de moradores tentou recuperar o espaço, mas o apoio foi insuficiente. Prefeitura promete remodelar o local e entregar uma nova praça em até 60 dias

Lixo, bancos quebrados, pinos de cocaína espalhados pelo chão e abandono. É este o atual cenário da única praça pública do bairro Duquesa I, localizada às margens da Avenida Brasília. O espaço, que deveria servir como local de convivência e lazer para os moradores, oferece apenas insegurança.

Contrariando a expectativa dos moradores, que imaginavam que a praça seria revitalizada juntamente com as obras realizadas na praça do bairro vizinho –Duquesa II- e nos canteiros que margeiam a avenida, o local não foi incluído no planejamento da Prefeitura, ao menos a curto prazo.

OL - Praça 03

O descaso, aliado à indignação, mexeu com o estudante Fernando Dias, de 19 anos. Inconformado com a situação, o jovem, que estuda Enfermagem na UFMG e mora no Duquesa I há 15 anos, começou, dois anos atrás, um projeto de arborização cidadã junto com amigos do bairro.

A proposta era arrecadar mudas de árvores para plantar na praça e criar um ambiente mais agradável e aconchegante para as pessoas. Mas a falta de apoio, tanto do poder público quanto da comunidade, enfraqueceu a ação com o passar do tempo.

“É importante a população ocupar, se apropriar desses espaços. Quando a comunidade não ocupa, outros setores ocupam. Por exemplo, o tráfico de drogas, violência, etc. A saúde e o bem-estar social também devem ser levado em conta. Exercícios ao ar livre são fundamentais para a prevenção de uma série de doenças. Esse espaço é nosso, é do povo. Temos que utilizá-lo”, disse Fernando.

O estudante e seus amigos espalharam pelo bairro vários pedidos de doação de mudas. Na praça, foram afixados cartazes pedindo: “Traga água para você e para as plantas”. Também amarraram fitas nos ipês amarelos e rosas para evitar que as árvores fossem retiradas.

OL - Praça 01

No entanto, somente pouco mais de 30 mudas foram arrecadadas durante esse percurso. Muitas delas resistem bravamente no ambiente hostil sem cuidados ostensivos, mas outras não tiveram a mesma sorte. Foram arrancadas pela própria população.

“Eu imagino essa praça com bastante arvores, uma pista decente de corrida e com uma academia ao ar livre. Quando a Prefeitura começou a reformar todas as praças da cidade, nós ficamos com a esperança de que isso fosse feito aqui, mas não. Foi feito no bairro vizinho, mas não aqui. Nós esperamos atenção da prefeitura”, cobrou Fernando. Que segue na luta em prol da praça, mas com menos frequência do que gostaria, já que passou a estudar em período integral desde que ingressou na UFMG.

Prefeitura promete reforma

Procurada pelo Observatório Luziense, a Prefeitura de Santa Luzia garantiu que as obras na praça do Duquesa I começarão ainda nesta semana. De acordo com Josiely de Castro, diretora de Limpeza Urbana, a demora se deu devido à complexidade do trabalho que será feito no local.

“Quando falamos da praça do Duquesa I, não se trata apenas de um projeto de paisagismo, mas da criação de um novo espaço. Vamos entregar uma praça completa para a comunidade, com toda a infraestrutura adequada, quadra multiuso, fonte, novos meios-fios”, garantiu Josiely. A expectativa é que o novo espaço fique pronto em até 60 dias. Além da diretoria de Limpeza Urbana, estão envolvidas no projeto as secretarias de Meio Ambiente e Obras.

OL - Praça 02 OL - Praça 05OL - Praça 04

Comments

comments