Petista vai se candidatar a deputada federal no lugar do irmão Miguel Corrêa, que deverá disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa

Quinze dias após divulgar carta aberta aos moradores de Santa Luzia na qual declinava da candidatura à prefeitura da cidade nas eleições extemporâneas, Cristina Correa (PT) anunciou nesta quarta-feira (24) que irá se candidatar a deputada federal nas eleições de outubro.

A petista compartilhou uma nota (confira abaixo) divulgada por seu irmão, o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes), Miguel Corrêa (PT), na qual o deputado federal licenciado anunciou que não tentará a reeleição em 2018, deixando a candidatura ao Congresso para Cristina. Nos bastidores, especula-se que Miguel será candidato à deputado estadual nas eleições de outubro.

Ao comentar a nota do irmão, Cristina agradeceu a confiança. “Conte com meu empenho, trabalho e dedicação! Obrigada por confiar em mim este lindo legado. Me sinto orgulhosa e ao mesmo tempo com uma imensa responsabilidade de dar continuidade a um projeto que você exerceu com tanta excelência”.

Miguel Corrêa foi o candidato a deputado federal mais votado em Santa Luzia nas eleições de 2014, quando obteve 6.974 de seus 93.450 votos. Cristina, por sua vez, teve na cidade 9.543 de seus 29.588 votos para deputada estadual, o que não foi suficiente para dar a ela uma vaga direta na Assembleia. A petista assumiu uma cadeira no legislativo estadual como suplente de fevereiro de 2015 a maio de 2016, no período em que André Quintão (PT) esteve à frente da Secretaria de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese).

Comments

comments